| Login | Crie o seu Jornal Online FREE!

Momento UniFIAMFAAM - Semanário Digital
Desde: 06/12/2001      Publicadas: 4183      Atualização: 26/09/2007

Capa |  AGENCIA DE NOTÍCIAS  |  PROFESSORES DO UniFIAM FAAM  |  UniFIAM FAAM DIGITAL


 UniFIAM FAAM DIGITAL

  03/10/2005
  0 comentário(s)


UMA NOVA ONDA DE DESCULPAS

A desculpa já pronta: "Eu não sabia disso, isso não chegava até mim, quem cuidava disso eram responsáveis subalternos, etc"

UMA NOVA ONDA DE DESCULPASHá todos os dias nos jornais uma, digamos, paidéia maçônica. Daquelas metidas em lama a todo o momento. E que, quando flagrada, já envereda por desculpas. Sempre jogadas em cima de pequenos funcionários. Esbirrros, meirinhos, secretários. Conhecemos bem essa saída. É a explicação dada por Hannan Arendt em Eichmann em Jerusalém (1961). É o que ela chamava, inagurando o termo, de "banalidade do mal". Nas palavras dela, "a proposta de que o mal no terceiro Reich surgiu da classe de burocratas banais, amorais". Eis a melhor forma dos acusados fugirem da paúra: bota a culpa no de baixo.

Conhece-se, também a partir do Reich, donde surge tudo isso. Era aquilo que os nazistas chamavam de Gleichschaltung, ou simplesmente "coordenação": tudo num regime deve trabalhar coordenado. Mas não nos modelos da Toyota (toyotismo), em que cada funcionário aprende a fazer (e faz) tudo. Sempre será o modelo fordista (standardization os parts), em que cada um faz apenas uma parte.

Transportado esse modelo para a política, e mesmo para o crime organizado, quando a casa cai e o te vira nos trinta é o que sobra, brota disso, naturalmente, uma desculpa já pronta: "Eu não sabia disso, isso não chegava até mim, quem cuidava disso eram responsáveis subalternos, etc". Alguma semelhança com o que os corifeus do PT têm usado para limpar a lama da bota, ou da gola, será merá coincidência. Ou não. Mas veja lá: quando as investigações sobre a lavagem de dólares chegarem ao PSDB, ou mesmo ao PFL, a desculpa não será diferente. Será, digamos, uma desculpa de talhe museificante. Mais retórica. A única coisa que o bocejo ideológico tucano ou pefelista ainda guarda é o axioma de que não se entrega o leite em política.

O velho tio Freud também tinha uma explicação para isso, a que ele chamava de Denkverbot, ou proibição de pensar: os homens, afinal, precisam ser protegidos deles mesmos. Essa gente metida nas roubalheiras dispõe dessa capacidade singularmente política que é a de obliterar, cínica e racionalmente, da própria cabeça, as trapaças em que se meteram. Alguém já chamou isso de ironia política, termo que se torna moralmente intransitivo quando analisada a gravidade da coisa. Estamos lidando com gente capaz de se portar publicamente como se nada tivesse acontecido, e ainda botar a culpa no gabinete do lado. Nesses termos foi vomitivo o jeito pelo qual José Dirceu posou na capa da Folha do último domingo: usar branco e com os pés descalços é o que resta para quem acabou de tirar a lama do gogó, e atirar os excessos no gabinete do lado.

Mas não vamos chorar o leite derramado, nem nos comprazermos com escândalos que rumam, lentamente, para o passado, até porque os poderosos assim o querem. Vamos usar essa lupa, que mostra como essa gentalha atua, nos próximos desdobramentos. Segunda-feira agora, dia 3 de outubro, a PF deflagara uma operação que apurará gente famosa que lavou dinheiro na conta-ônibus Beacon Hill, que movimentou RS$ 88 bilhões. Da operação sairão nomes de gente famosa da TV, jogadores de futebol, donos de casas noturnas. São 2,1 mil inquéritos em São Paulo e 700 no Rio de Janeiro.

Façamos as apostas: as desculpas serão essas mesmas ou alguém vai sair do armário e assumir alguma bobagem?


  Autor:   Fonte: Por Claudio Tognolli - AOL


  Mais notícias da seção Colaborações no caderno UniFIAM FAAM DIGITAL
20/09/2007 - Colaborações - EDUCAÇÃO COMEÇA NA ESCOLA
Prefeitura quer melhorar a qualidade de vida de crianças e busca parcerias para projeto que aborda questões importantes para a prevenção e tratamento de doenças....
23/05/2007 - Colaborações - SINDICATO DISCUTE PAPEL DE JORNALISTAS NO TERCEIRO SETOR
As inscrições vão até 31 de maio...
17/05/2007 - Colaborações - MÚSICA PARA OUVIR, MÚSICA PARA FALAR
Novo movimento musical atrai jovens em São Paulo...
24/10/2006 - Colaborações - O BRASIL É UM PAÍS DE ANALFABETOS CIENTÍFICOS
Uma resenha crítica sobre o artigo O papel educador do Jornalismo Científico, de Laura Barcha...
18/10/2006 - Colaborações - CRÔNICAS DESCONHECIDAS
Mel Bose escreve para o Momento online...
18/10/2006 - Colaborações - TRINTA POR DEZ
Que fazer com essas crianças que são obrigadas a crescer mais cedo?...
08/06/2006 - Colaborações - SÃO PAULO E EU
Conto de Regina Miranda*...
29/03/2006 - Colaborações - DEZ DICAS SOBRE TEXTO
Tá com dificuldade em escrever? Então vamos lá......
01/03/2006 - Colaborações - A MISSÃO DO MESTRE
O professor de hoje não é o sábio de antigamente....
09/12/2005 - Colaborações - MEIO HOMER, MEIO LINEU
Sobre a necessidade de ser claro ...
11/11/2005 - Colaborações - TÁ RESOLVIDO O PROBLEMA
Crônica do Professor Edgard...
07/11/2005 - Colaborações - CRÔNICA DO PROFESSOR EDGARD
E quem disse que um passarinho não pode mudar nosso mundo...
19/10/2005 - Colaborações - PAGANDO PRA VER
Crônica do Prof. Edgard...
19/10/2005 - Colaborações - "THE RIGHT TO BEAR ARMS"
Aluno opina sobre o SIM e o NÃO do referendo...
11/10/2005 - Colaborações - OS BRUXOS DA MINHA VIDA: "A REALIDADE É APENAS UMA OPINIÃO"
Com Timothy Leary, aprendi muita coisa a partir de uma frase que ele gostava muito: a realidade não passa de uma opinião, dizia. Leary achava que viver é surfar o caos: não podemos modificá-lo, mas podemos surfá-lo ...
22/09/2005 - Colaborações - COM QUEM VOCÊ PENSA QUE ESTÁ FALANDO?
Crônica do Prof. Edgard de Oliveira Barros...
15/09/2005 - Colaborações - RODA GIGANTE GIRA
Mais uma crônica do Prof. Edgard......
07/09/2005 - Colaborações - O SANTO DIÁRIO
A internet virou um grande inconsciente coletivo. Está tudo lá. Até o famoso meu caro diário ficou transparente, numa época em que tanta transparência se prega, com exceção é claro daquela a tratar das relações e negócios do governo...
01/09/2005 - Colaborações - O MELHOR ESTÁ POR VIR
Chico Buarque disse essa semana que o país estava com a alma doente porque Lula está morrendo. Lula está morrendo porque, à sua maneira, vem fazendo extemporaneamente o que Chico Buarque fazia há 30 anos: fala por metáforas e parábolas. É o presidente parabólico...
24/08/2005 - Colaborações - O FUTURO DOS JORNAIS
Como se preparar para a mídia do "eu" ...
24/08/2005 - Colaborações - GUAIACA BONITA, COMPANHEIRO!
Crônica do Edgard......
09/08/2005 - Colaborações -
Quem de nós poderia imaginar que, mesmo dispondo de televisão ou pelo menos rádio, um(a) trabalhador (a) em grande empresa ou seu dependente não saiba o que significa "o dobro"?...
14/06/2005 - Colaborações - VEJA, PF E KROLL
Claudio Julio Tognolli (*) ...
14/06/2005 - Colaborações - MÍDIA EM CINCO ATOS
Vertentes da comunicação na escola vão desde a divulgação de notícias no mural até a transmissão de programas de rádio ...
17/05/2005 - Colaborações - A INSUPORTÁVEL LEVEZA DO SIMPLES
Professor: procure ministrar uma aula melhor, mais criativa e... simples. Isso mesmo, muitas vezes é o que nos falta para alcançar a compreensão completa do conteúdo pelos alunos. A simplicidade criativa estimula o entendimento....
17/05/2005 - Colaborações - TAUTOLOGIA: REPETIÇÕES VICIADAS
As armadilhas da língua portuguesa!...
18/04/2005 - Colaborações - PENSAR DÓI?
Quando começamos a pensar, a refletir, deixamos de ser uma manada de bovinos resignados e passamos a agir como gente que tem vontades....
06/04/2005 - Colaborações - É PRECISO APRENDER COM AS BOAS REPORTAGENS
Pela primeira vez na história da diplomacia brasileira, alguém da ilustre casa foi condenado por práticas de corrupção ...
16/12/2004 - Colaborações - JORNALISMO CIENTÍFICO
Uma crescente modalidade no jornalismo que causa interesse, mas enfrenta dificuldades....



Capa |  AGENCIA DE NOTÍCIAS  |  PROFESSORES DO UniFIAM FAAM  |  UniFIAM FAAM DIGITAL
Busca em

  
4183 Notícias