| Login | Crie o seu Jornal Online FREE!

Momento UniFIAMFAAM - Semanário Digital
Desde: 06/12/2001      Publicadas: 4182      Atualização: 26/09/2007

Capa |  AGENCIA DE NOTÍCIAS  |  PROFESSORES DO UniFIAM FAAM  |  UniFIAM FAAM DIGITAL


 UniFIAM FAAM DIGITAL

  17/06/2007
  0 comentário(s)


SOSSEGADO

Crônica do Prof. Edgard

SOSSEGADO
Lamentavelmente demorou muito, além da conta, para que eu chegasse à conclusão que não estou naquela relação dos "mais, mais, mais". Pior, não consto nem da relação dos "menos, menos, menos", rótulos tão tradicionais que o mundo gosta de colocar em todos nós.

Num exame mais apurado e mais doloroso ainda, chego à conclusão que não estou nem entre os "mais ou menos". Não sou nem goleiro nem artilheiro. Não canto e nem encanto. Não sei fazer rir e nem chorar. Não sei interpretar e nem fingir. Não sei falar. Não sei gritar e nem assobiar. Não sou artista nem estilista. Nem cientista e nem passista. Não sei sambar. Não consigo inventar e nem sei voar. Não sou político e nem historiador. Não sou escultor, não sou pintor.

Está cheio de gente que é mais isso e mais aquilo e eu, nem isso e nem aquilo. Não consigo imitar, não sei contar piadas, não sei nadar e não sou de nada em matéria de cozinhar.

Dirijo mal e porcamente e, para mim, é um sufoco estacionar. Bebo mal e só como o trivial.
Em matéria de gosto sou um desgosto. Não sou político e nem polido, sou o que chamam de mais ou menos casca grossa.

Não dou conselho e nem meto o meu bedelho quando não me foi perguntado. Ou onde não fui chamado. Quando tentei ser mais, deu menos. Quando tentei ser menos deu mais. De mais a mais, fiquei assim, ou menos. Mas também não sou punguista e nem tão simplista assim, sou apenas complicado. Se não sou sortudo também não sou nenhum azarado. Ainda consigo ver o que é certo e o que é errado. Sou comum e singular porque cada um é um e Deus por todos.

Meus amigos são assim, também iguais, mas bem para mais. Pensando bem, quando vejo na tv os que são mais ou até o que são menos chega a me dar pena. Porque eles não podem ser tão simples quanto eu. Não podem andar e nem saltar nas ruas. Não podem estar onde os simples, como eu, estão. Não podem se igualar porque os simples são inigualáveis. Não podem ter um chamego porque não têm sossego. Não podem ver a vida porque não podem ter sua própria vida, já que a sua vida pertence a todo mundo que não é ninguém.

Eu acho que não é nada bom ser o mais mais ou o mais menos. Ou até, que seja, o mais mais ou menos. O melhor é ser ninguém como são todos os outros mortais. Que apenas vão tocando a vida que é muito mais maneira para quem não tem essa besteira de querer ser mais e mais ou menos por menos, quem sabe o mais mais ou menos. Para me realizar, bato palmas para os mais, dou um viva para os menos contemplando os mais ou menos. Para mim está bom assim. Nem mais, nem menos, nem mais ou menos. Eu vivo em paz.

Prof. Edgard de Oliveira Barros



  Mais notícias da seção Gente que escreve no caderno UniFIAM FAAM DIGITAL
26/09/2007 - Gente que escreve - PAGANDO FAVORES
Crônica do Prof. Edgard...
26/09/2007 - Gente que escreve - UMA VIDA DANTESCA
A força de vontade de Cassiano Oliveira, catador de entulhos que encontrou no lixo uma forma de sobreviver e escapar do inferno...
26/09/2007 - Gente que escreve - FIDELIDADE ÀS RAÍZES E ORIGENS
A dedicação e preocupação de Leonardo Mendonça com o meio ambiente fizeram com que o filho de fazendeiro pagasse as pessoas para que plantassem árvores....
20/09/2007 - Gente que escreve - MEMÓRIAS DA PRAIA
Crônica do Prof. Edgard...
20/09/2007 - Gente que escreve - ELE QUERIA MUDAR O MUNDO
Caio Queiroz, o jovem empresário que tirou boas idéias do lixo...
20/09/2007 - Gente que escreve - O GUARDIÃO DA FLORESTA
Amor à natureza fez Marcio Mônaco se tornar um agrônomo ...
12/09/2007 - Gente que escreve - UMA QUESTÃO DE PRAZOS
Crônica do Prof. Edgard...
04/09/2007 - Gente que escreve - VINGANDO AS FLORES
Crônica do Prof. Edgard...
29/08/2007 - Gente que escreve - GENTE DE VALOR
Crônica do Prof. Edgard...
23/08/2007 - Gente que escreve - UM COMPUTADOR ALOPRADO
Crônica do Prof. Edgard...
15/08/2007 - Gente que escreve - UM PEIXE FRITO
Crônica do Prof. Edgard...
08/08/2007 - Gente que escreve - FAZER NADA TAMBÉM É ARTE
Crônica do Prof. Edgard...
02/08/2007 - Gente que escreve - QUESTÃO DE MOMENTO
Crônica do Prof. Edgard...
17/06/2007 - Gente que escreve - UMA HISTÓRIA AO ACASO
Crônica do Prof. Edgard...
10/06/2007 - Gente que escreve - COM UM CARTAZ NA CABEÇA
Crônica do Prof. Edgard...
03/06/2007 - Gente que escreve - O PALAVRÃO EM POUCAS PALAVRAS
Crônica do Prof. Edgard...
29/05/2007 - Gente que escreve - DE CRISTA CAÍDA
Crônica do Prof. Edgard...
23/05/2007 - Gente que escreve - O RISCO DOS RISCOS
Crônica do Prof. Edgard...
17/05/2007 - Gente que escreve - A FALTA QUE UM "GROOVING" FAZ
Crônica do Prof. Edgard...
02/05/2007 - Gente que escreve - É BEM PELO MEIO
Crônica do Prof. Edgard...
25/04/2007 - Gente que escreve - PARECIA A VIDA
Crônica do Prof. Edgard...
25/04/2007 - Gente que escreve - A DANÇA DAS CADEIRAS
Cadeirante e dançarina, com muita força de vontade...
18/04/2007 - Gente que escreve - MEIO DO CAMINHO
Crônica do Prof. Edgard...
17/04/2007 - Gente que escreve - EM CASA DE FERREIRO, O ESPETO É DE PAU
Já faz quase dois meses que a concessionária Carrera sofre com o sumiço de instrumentos de trabalho. Quem acaba atingido são os clientes....
11/04/2007 - Gente que escreve - COISAS DE AMIGO
Crônica do Prof. Edgard...
03/04/2007 - Gente que escreve - CONFORME SE VIU NA TV - VERSÃO DOIS
Crônica do Prof. Edgard...
27/03/2007 - Gente que escreve - CONFORME O QUE SE VIU NA TV
Crônica do Prof. Edgard...
20/03/2007 - Gente que escreve - TIROTEIO NAS REDAÇÕES
Caiu o tabu: jornalista agora processa jornalista...
17/12/2006 - Gente que escreve - UM ÚLTIMO PEDIDO
Crônica do Prof. Edgard...
12/12/2006 - Gente que escreve - MANTENHA SEGREDO
Crônica do Prof. Edgard...



Capa |  AGENCIA DE NOTÍCIAS  |  PROFESSORES DO UniFIAM FAAM  |  UniFIAM FAAM DIGITAL
Busca em

  
4182 Notícias