| Login | Crie o seu Jornal Online FREE!

Momento UniFIAMFAAM - Semanário Digital
Desde: 06/12/2001      Publicadas: 4183      Atualização: 26/09/2007

Capa |  AGENCIA DE NOTÍCIAS  |  PROFESSORES DO UniFIAM FAAM  |  UniFIAM FAAM DIGITAL


 UniFIAM FAAM DIGITAL

  27/03/2007
  0 comentário(s)


QUAL PAÍS É A SUA CARA?

Saiba quais aspectos devem ser levados em conta nessa escolha

QUAL PAÍS É A SUA CARA? Imagine só: você está passando uma temporada em um país desconhecido - mal sabe onde ficam o supermercado e o hospital mais próximos -, um lugar com cultura e língua bem diferentes das suas. Como se não bastasse, está sozinho e bem longe do aconchego dos pais e dos amigos, diante de uma realidade muito distinta da sua. É, a empolgação de uma viagem ao exterior pode passar logo depois do primeiro confronto com a realidade do país visitado. Por isso, se vivenciar essa experiência está em seus planos, é preciso atentar a pequenos detalhes que podem fazer toda a diferença no resultado final. As escolhas realizadas no processo de planejamento do intercâmbio, diferente do que muitos imaginam, são uma das principais responsáveis pelo sucesso do programa. É por isso que essa etapa não pode passar despercebida e deve, sim, ser considerada tão importante quanto o próprio embarque. "Um dos principais motivos do mau aproveitamento de uma viagem internacional é a dificuldade de adaptação. Desta forma, o estudante precisa saber para onde está indo e, ainda, se preparar para superar possíveis contratempos", afirma a presidente da Belta (Brazilian Educational & Language Travel Association - Associação de Agências de Intercâmbio), Tatiana Visnevski de Carvalho Mendes. Não são poucas e nem fáceis as escolhas a serem feitas. Além do país, é preciso se preocupar com a cidade, curso, instituição de ensino, duração e, ainda, o período. Mas, é claro que quanto maior a identificação com as opções, menor o choque cultural e, consequentemente, menores as dificuldades. E é por esse motivo que os especialistas orientam que as alternativas estejam, sempre que possível, calcadas no perfil do estudante. "A função do intercâmbio é colocar o estudante em contato com o diferente, não adianta mandá-lo para um lugar com as mesmas características do Brasil. Mas, em algumas ocasiões são tantas novidades que, ao invés de ajudar, acabam atrapalhando", assegura o vice-presidente do Faubai (Fórum de Assessorias das Universidades Brasileiras para Assuntos Internacionais) e assessor de Relações Internacionais da UFPR (Universidade Federal do Paraná), Antonio Carlos Gondin. O estudante de Engenharia de Produção do Mackenzie, Gustavo Poli Konno, 21 anos, já foi estudar inglês no exterior duas vezes - uma no Canadá e a outra na Irlanda - e, em nenhuma das oportunidades, pensou em basear suas escolhas no seu perfil. No entanto, o estudante confessa que o aproveitamento da viagem seria muito melhor se tivesse se atentando a esse fator. "Só tinha as férias de janeiro para embarcar nessas experiências, por isso, mesmo não gostando do frio, sabia que teria que enfrentá-lo. Mas, o principal problema foi enfrentar as chuvas diárias", conta. - Identifique os seus objetivos - Planeje uma estratégia para alcançá-los - Pontue suas características pessoais - Dê preferência a países e cidades que se encaixem em seu perfil - Tenha conhecimentos no idioma do país estrangeiro - Priorize a excelência acadêmica na escolha do curso e da instituição - Torne-se um especialista no país de destino. Conheça tudo sobre ele - Embarque antes do início do curso Identifique o seu perfil Com isso, você deve estar se perguntando: "Como relacionar essas escolhas a meu perfil?". É, muitas vezes, esse é um processo natural que as agências de intercâmbio e os próprios departamentos de Relações Internacionais das instituições de Ensino Superior fazem ao receberem uma pessoa interessada em estudar no exterior. No entanto, o processo é simples e pode ser feito por você mesmo. Antes de qualquer coisa é preciso identificar os seus anseios e traçar os seus objetivos referentes à experiência internacional, e, assim, planejar uma estratégia para alcançá-los. "Não é possível chegar a lugar nenhum se as metas não tiverem bem definidas", alerta Tatiana. Informações como tempo e dinheiro disponíveis, tipo de intercâmbio de interesse (clique aqui e conheça as oportunidades) e o nível de conhecimento do idioma estrangeiro precisam estar previamente estabelecidas para que as escolhas sejam realizadas sem, é claro, se desfiar do objetivo principal. Nesse primeiro momento as pesquisas são excelentes ferramentas. O próximo passo, segundo a presidente da Belta, é identificar o seu perfil, apontando o que gosta ou não. "Nesse ponto devem ser considerados questões como clima (frio ou calor) e comportamento (agitado ou pacato)", orienta. Um estudante que odeia frio, por exemplo, não aproveitaria tanto uma viagem realizada em janeiro na Europa. E para aqueles que não gostam de lugares muito agitados, não seria muito viável ir para Las Vegas, nos Estados Unidos. "Pode até parecer observações bobas e desnecessárias, mas elas são muito úteis na hora de fazer a escolha do país e da cidade de destino", diz. Ainda nesse quesito também deve ser levada em conta a questão do idioma. "Não adianta o estudante ir para um país sem dominar ou pelo menos ter conhecimentos básicos do seu idioma. O aproveitamento dele seria muito baixo e poderia até se frustrar com a experiência", aponta o assessor. E aí, sim, você terá dois itens a menos na lista de decisões (cidade e país). Em alguns casos, o período do intercâmbio também pode ser estipulado por meio do perfil do estudante. "Se o intercambista quer muito estudar na Europa e não gosta do frio, por que não viajar em julho, o mês mais quente dos países europeus?", lembra Tatiana. Nesse aspecto, também vai prevalecer a disponibilidade do aluno. Já as escolhas dos cursos e das instituições devem estar associadas à excelência acadêmica. Por isso, antes de qualquer decisão, é preciso observar os seguintes aspectos: qualidade da instituição, do curso e a titulação dos professores. "O rotulo da instituição de ensino pode atribuir um peso muito maior para a sua experiência", afirma Gondin. Mas esse é um fator que varia de acordo com o tipo de curso desejado. Na graduação, pós-graduação e especialização, os cuidados devem ser redobrados. Além de todos esses procedimentos básicos, o estudante tem que estar atento à validação do diploma no Brasil. "Embora quem vai guiar esse reconhecimento seja o mercado de trabalho, em algumas áreas é essencial que o certificado do curso seja reconhecido pelo MEC (Ministério da Educação) ou que exista uma transferência de créditos." Ainda que os cursos de idiomas não precisem de reconhecimento, as medidas devem ser similares. As regras e suas exceções Nem sempre, no entanto, é possível alinhar todos essas escolhas. Algumas vezes, inclusive, é preciso abrir mão de algumas delas para conseguir alcançar outras. E o grande decisor desse processo será o seu objetivo. No entanto, para o vice-presidente do Faubai, a capacitação profissional deve estar em primeiro plano, seguida da fluência no idioma estrangeiro e por fim dos anseios pessoais. "Se tiver a oportunidade de unir o útil ao agradável melhor ainda", pontua. Há, ainda, ocasiões em que o intercambista nem tem possibilidade de escolha. E aí, é você que terá que se adaptar ao perfil do programa. Foi o que aconteceu com o estudante de Publicidade e Propaganda da Univates, Cristiano Lemz, 33 anos, que fez parte da graduação no exterior. As opções de instituições e países se limitaram aos acordos de cooperação internacional de sua universidade. "Poderia escolher entre Chile, Argentina e Portugal. Dentre as alternativas acabei escolhendo o país europeu, pela facilidade lingüística e, ainda, a troca cultural", explica. "Ir para um país conhecendo o seu idioma é muito mais fácil. Afinal, é empecilho a menos na adaptação", completa. Mas, independente do processo escolhido, para que você não caia nas armadilhas da adaptação, os especialistas alertam que embarque nessa viagem só depois de conhecer tudo sobre o país, a instituição de ensino e o curso. "Os primeiros dias são sempre os mais difíceis. Por isso, chegue ao país de destino antes do início do curso, para conhecer mais a cultura local e para o aperfeiçoamento do idioma. Um tempo para você se acostumar com todas as novidades", alerta Tatiana. "E mais, a flexibilidade e o respeito à diversidade são as chaves-mestras do sucesso de qualquer intercâmbio", conclui. Fonte: Larissa Leiros Baroni " Portal Universia



  Mais notícias da seção Cursos no caderno UniFIAM FAAM DIGITAL
20/09/2007 - Cursos - SEMINÁRIO BRASILEIRO DE JORNALISMO LITERÁRIO
Evento será de 22 a 23 de outubro, em São Paulo ...
20/09/2007 - Cursos - CURSO ABORDA LEI DE IMPRENSA
Capacitação é oferecida por professora do UniFIAMFAAM...
04/09/2007 - Cursos - OFICINA DE CONTOS NO SINDJOR
Sindicato dos jornalistas tem outras opções para outubro ...
29/08/2007 - Cursos - ESPAÇO CULT PROMOVE CURSO DE JORNALISMO ESPORTIVO
Trabalho conjunto entre a revista Cult e o jornal Lance! ...
23/08/2007 - Cursos - CAROS AMIGOS OFERECE ANTICURSO DE JORNALISMO
Prof. do UniFIAMFAAM está entre os palestrantes...
26/06/2007 - Cursos - ABERTAS AS INSCRIÇÕES PARA PÓS EM COMUNICAÇÃO PARA PROMOÇÃO DA SAÚDE E QUALIDADE DE VIDA
Curso é destinado a comunicadores e profissionais da saúde...
17/06/2007 - Cursos - CURSO DE JORNALISMO ONLINE
Ministrado por ombudsman do C-se, curso de Jornalismo On-Line aborda texto e multimídia...
10/05/2007 - Cursos - QUEM TEM PÓS TEM TUDO
Profissionais com pós-graduação levam mais chance de ser aprovados em concursos públicos do que os concorrentes que fizeram apenas a graduação. De olho nessa tendência, as instituições de ensino superior aumentam a oferta de cursos de especialização ...
25/04/2007 - Cursos - ABERTAS AS INSCRIÇÕES PARA O 2º CONGRESSO INTERNACIONAL DA ABRAJI
O evento acontecerá nos dias 17, 18 e 19 de maio, em São Paulo ...
17/04/2007 - Cursos - OPORTUNIDADES PARA CURSOS DE JORNALISMO ONLINE
Os cursos têm uma carga horária de 48 horas, distribuídos em 10 aulas cada...
11/04/2007 - Cursos - CURSO PREMIUM DE JORNALISMO ON-LINE DO BRASIL
Evento começa no dia 2 de maio, em São Paulo...
03/04/2007 - Cursos - INTERCÂMBIO ESCRAVO
O drama dos estudantes brasileiros que vão para o Exterior em busca de melhor formação e acabam escravizados nas mãos de quadrilhas internacionais ...
17/12/2006 - Cursos - CURSO: O HOUSE ORGAN DO SÉCULO 21
Oportunidade oferecida na ABERJE...
06/12/2006 - Cursos - CAIXA AUMENTA SEUS FINANCIAMENTOS PARA PÓS-GRADUAÇÃO
A linha de crédito cobre até 100% do curso, cuja instituição de ensino deve ser reconhecida pelo Ministério da Educação (MEC)....
07/11/2006 - Cursos - SEIS CURSOS REÚNEM 52% DOS UNIVERSITÁRIOS
Cursos campeões de matrícula: Administração, Direito, Pedagogia, Engenharia, Letras e Comunicação Social. Áreas com menos matrículas: Arqueologia; Recursos Pesqueiros; Museologia; Têxteis, Roupas, Couros e Calçados; Ciências Políticas e Ciências da Terra ...
28/09/2006 - Cursos - JOVENS JORNALISTAS QUALIFICÁVEIS A PROGRAMA DE ESTÁGIO NOS ESTADOS UNIDOS
Inscrições terminal dia 1º de outubro ...
12/09/2006 - Cursos - CURSO DE REPORTAGEM NA INTERNET ABERTO A JORNALISTAS INTERNACIONAIS
Jornalistas de todo o mundo têm até 1° de outubro para a inscrição a bolsas de estudos em um curso de jornalismo na Internet em Hilversum, Holanda. O curso está programado para 14 de maio a 22 de junho de 2007....
09/08/2006 - Cursos - CHEGOU A MINHA VEZ!
Estudantes contam como encararam a experiência internacional ...
27/06/2006 - Cursos - CURSO DE EVENTOS PROMOCIONAIS
Aulas acontecem em setembro e outubro...
07/06/2006 - Cursos - USP OFERECE CURSO DE BRAILE PELA INTERNET
As aulas destinam-se para as pessoas que enxergam...
08/05/2006 - Cursos - CAIXA FINANCIA CURSOS DE PÓS-GRADUAÇÃO
Chance para quem quer melhorar currículo e não tinha como fazê-lo...
12/04/2006 - Cursos - JORNALISTAS: MALAS PRONTAS PARA CARDIFF
Associação de Jornalistas da Comunidade Britânica oferece bolsas para que jornalistas de imprensa participem de um curso anual...
29/03/2006 - Cursos - CURSOS DE COMUNICAÇÃO/JORNALISMO A DISTÂNCIA
Comtexto abre inscrições para as turmas de abril...
15/03/2006 - Cursos - JORNALISTAS QUALIFICÁVEIS PARA CAPACITAÇÃO SOBRE MÍDIA EDUCATIVA
Período de inscrições termina em 1° de abril....
09/03/2006 - Cursos - 4º ENCONTRO NACIONAL DE HISTÓRIA DA MÍDIA
Evento será em São Luís, Maranhão...
22/02/2006 - Cursos - CURSO DESVENDA O CÓDIGO DA VINCI
Oportunidade para quem leu a obra de Dan Brown...



Capa |  AGENCIA DE NOTÍCIAS  |  PROFESSORES DO UniFIAM FAAM  |  UniFIAM FAAM DIGITAL
Busca em

  
4183 Notícias