| Login | Crie o seu Jornal Online FREE!

Momento UniFIAMFAAM - Semanário Digital
Desde: 06/12/2001      Publicadas: 4183      Atualização: 26/09/2007

Capa |  AGENCIA DE NOTÍCIAS  |  PROFESSORES DO UniFIAM FAAM  |  UniFIAM FAAM DIGITAL


 UniFIAM FAAM DIGITAL

  12/09/2006
  0 comentário(s)


PÓS-GRADUAÇÃO NO EXTERIOR

Dicas para conquistar uma bolsa de estudos

PÓS-GRADUAÇÃO NO EXTERIOR As inscrições de brasileiros em programas de especialização nas universidades da França, da Espanha e do Japão aumentaram 50% nos últimos três anos. Também há mais candidatos a bolsas de estudos em instituições dos Estados Unidos e da Inglaterra. Especialistas atribuem esse movimento ao peso que uma experiência internacional confere ao currículo dos profissionais. Embora a pausa na carreira para estudos não reverta em ganhos salariais imediatos " conforme contou a executiva que ilustra esta reportagem ", restam poucas dúvidas de que a viagem vale a pena. As lições da experiência começam no momento em que se decide brigar por uma bolsa de estudos. Conquistá-la exige habilidade de investigação (para achar o curso mais apropriado), organização de tempo (para conciliar projetos de vida e de trabalho com os estudos) e boa comunicação (para se sair bem nas entrevistas de seleção). VEJA elaborou um roteiro para ajudar os candidatos nessa disputa. "A recolocação não é imediata" - A executiva da Vale do Rio Doce Giovanna Testa Victer fez uma especialização em desenvolvimento social na Inglaterra bancada pelo programa Chevening. Ela viajou em 2002, mas sua preparação para pleitear a bolsa começou um ano antes. Giovanna contou a VEJA como foi sua experiência, levando em conta as dúvidas mais comuns dos candidatos que pretendem estudar no exterior. Carga de estudo: é pesada. "Os professores pediam que lêssemos 400 páginas por semana. Sobravam, no máximo, três horas ociosas por dia". Exigência do idioma: erros gramaticais são descontados da mesma forma para estrangeiros e nativos. "Apesar de ser fluente na língua, fiz um curso de inglês acadêmico um mês antes de começarem as aulas". Dinheiro da bolsa: é contado. Não dá para badalar e pagar restaurantes. "Minha estratégia era cozinhar em casa " uma forma de economizar e manter uma alimentação saudável." Também é impossível trabalhar durante o curso. Chances de arrumar trabalho no exterior: existem, mas a maioria das bolsas de estudos impõe que o aluno retorne ao Brasil ao término do curso. "Recebi algumas propostas, mas tinha o compromisso de voltar". Recolocação no mercado de trabalho brasileiro: não é imediata. "Passei por dois empregos antes de conseguir uma colocação que valorizasse minha pós e pagasse mais do que eu ganhava antes de viajar". Tem de saber responder - No fim dos anos 70, o headhunter Robert Wong foi selecionado para receber uma bolsa de pós-graduação em engenharia na Inglaterra. Vinculou-se tanto à organização do programa que passou a compor sua comissão avaliadora. Hoje, Wong seleciona candidatos para sete fundações ou universidades. A seguir, as perguntas que ele faz e as respostas que gosta de ouvir " e também as dicas dos erros e chavões a ser evitados Pergunta: Por que você quer estudar no exterior? Resposta-modelo: "Porque quero ser um especialista na minha área e, na volta, pretendo ser um elo entre o Brasil e o seu país." Deixe claro que seu objetivo é estreitar as relações comerciais e fechar negócios com empresas do país onde vai estudar. Evite: usar expressões genéricas e comuns demais, como "Quero abrir meus horizontes e ampliar meus conhecimentos". Pergunta: O que você faz no tempo livre? Resposta-modelo: "Pratico musculação e ando de bicicleta pelo menos duas vezes por semana." Não tenha receio de ressaltar seus hobbies ou atividades extracurriculares, como jogar futebol ou dar aulas num cursinho comunitário. Falar sobre aventuras como viajar pela Europa de mochila nas costas também conta pontos a seu favor. Evite: dizer que só estuda ou trabalha. Uma resposta assim demonstra que o candidato é alienado e não tem a cabeça aberta. Ou, pior, não sabe organizar seu tempo. Pergunta: Por que você se candidatou à bolsa na universidade em questão? Resposta-modelo: "Porque esse curso tem ênfase prática, alternando aulas com trabalho em empresas" ou ainda: "Porque a grade curricular prioriza disciplinas que os cursos no Brasil deixam a desejar". Mostre que pesquisou sobre o curso ou a universidade e sabe o diferencial que eles têm em relação aos cursos no Brasil. Evite: respostas gerais, como "Porque a universidade tem tradição". Elas demonstram que você não tem conhecimentos sobre a instituição onde pretende estudar. Pergunta: Por que devemos escolher você, e não outro candidato? Resposta-modelo: "Porque estou disposto a contribuir, com esta experiência, para a divulgação da cultura do meu país." Mostre seu entusiasmo em querer participar de grupos e associações de divulgação da cultura na universidade. Evite: respostas que só ressaltam aquilo que o candidato deseja para si, como "Quero me inserir na cultura do seu país e melhorar o meu currículo". Pergunta: Quem você considera um ídolo? Resposta-modelo: "Uma pessoa que, em um período difícil da minha vida, me ensinou a ser forte." Dê como exemplo alguém que lhe ensinou alguma coisa concreta na vida. É importante mostrar que você passou por adversidades, soube superá-las e reconhece quem o ajudou. Evite: símbolos consagrados, como Gandhi ou Che Guevara. Especialmente se não conhece sua biografia. Compensação de doutor Quando se cruzam os dados de escolaridade com os de salário, colhidos na última Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios do IBGE, é possível verificar que o maior salto de renda se dá entre ensino médio e o superior. Mas a diferença de salário é significativa qualquer que seja o nível de ensino em que o brasileiro pára de estudar Exportadores de cérebros Apesar dos esforços individuais de alguns brasileiros para conquistar uma vaga numa instituição de ensino estrangeira, o país é um dos que menos enviam alunos para cursos de extensão no exterior. Uma das razões é que o apoio do governo a esse tipo de intercâmbio é tímido. Há apenas 2400 brasileiros fazendo mestrado ou doutorado no exterior com bolsas da Capes, a agência federal que mais apóia pesquisas do gênero. Abaixo, a comparação internacional do número de pessoas que se aprimoram no exterior 1º China - 255.000 2º Índia - 103.000 3º Coréia do Sul - 87.000 4º Japão - 67.000 5º Alemanha - 61.000 6º Marrocos - 54.000 7º França - 53.000 8º Turquia - 47.000 9º Grécia - 46.000 10º Itália - 42.000 27º Brasil - 17.000 Fonte: Camila Antunes - Revista Veja



  Mais notícias da seção Vida acadêmica no caderno UniFIAM FAAM DIGITAL
26/09/2007 - Vida acadêmica - X COMSAÚDE ABRE INSCRIÇÕES
Evento está agendado para 26/11 e já está recendo trabalhos. Tema: envelhecimento bem-sucedido...
12/09/2007 - Vida acadêmica - 3º ENCONTRO PAULISTA DE PROFESSORES DE JORNALISMO
Evento acontece nos dias 19 e 20 de outubro ...
29/08/2007 - Vida acadêmica - FESTA DA COMUNICAÇÃO EM SANTOS
Semana ganha destaque com o XXX Congresso Brasileiro de Ciências da Comunicação...
23/08/2007 - Vida acadêmica - QUALQUER UM CONSEGUE PAGAR MEIA-ENTRADA
Segundo a presidente da UNE e aluna do UniFIAMFAAM, Lucia Stumpf, a situação fugiu do controle desde a publicação da Medida Provisória 2.208, de 2001...
02/08/2007 - Vida acadêmica - UNIVERSITÁRIOS DE LIVROS FECHADOS
Professores universitários de Língua Portuguesa confirmam: a falta de hábito de leitura entre os jovens universitários brasileiros - revelada em pesquisas encomendadas, recentemente, pelo Centro de Integração Empresa Escola (CIEE) - é realidade. ...
17/06/2007 - Vida acadêmica - UNIVERSITÁRIOS DEMORAM PARA SAIR DE CASA
Falta de renda própria é um dos principais motivos. Dados constam em pesquisa feita com 40 instituições de ensino superior de São Paulo. ...
17/06/2007 - Vida acadêmica - CASAMENTO MELHORA DESEMPENHO ACADÊMICO, INDICA PESQUISA
Estudo, que comparou 11 mil universitários ao longo de duas décadas, aponta que alunos casados publicam mais trabalhos e se formam mais rápido ...
23/05/2007 - Vida acadêmica - A FARSA DA MEIA-ENTRADA
Sem ser estudante, o repórter de ÉPOCA tirou a carteirinha que dá desconto em espetáculos. A facilidade para fraudar ameaça extinguir o benefício ...
11/04/2007 - Vida acadêmica - CONHECE A TI MESMO
Quem é o estudante de primeiro e segundo anos de Comunicação Social do UniFIAMFAAM?...
20/03/2007 - Vida acadêmica - TESES E DISSERTAÇÕES ESTÃO DISPONÍVEIS NO PORTAL DOMÍNIO PÚBLICO
As mais de 8.300 teses e dissertações acadêmicas publicadas do Portal Domínio Público estão facilitando o trabalho de estudantes e pesquisadores de todo o Brasil ...
28/11/2006 - Vida acadêmica - UNIVERSIDADE EM TEMPOS DE PLÁGIO
Plagiar nunca foi tão fácil e freqüente nas universidades brasileiras, principalmente depois da popularização da internet....
07/11/2006 - Vida acadêmica - TCC ANIMAL
Revista PET ETC & TAL será lançada comercialmente após TCC...
07/11/2006 - Vida acadêmica - EDUCAÇÃO AMBIENTAL PELAS ONDAS DE RÁDIO
TCC elabora programa de rádio para ONG Baiana ...
30/10/2006 - Vida acadêmica - DE OLHOS BEM ABERTOS
Profissional de comunicação alerta jornalistas científicos sobre as fontes...
24/10/2006 - Vida acadêmica - TCC ABORTA QUEDA DE FIÉIS DA IGREJA CATÓLICA
A Igreja Católica perde seus fiéis a cada ano. Segundo seus praticantes as outras religiões conseguem ser mais acolhedoras e importantes para suas vidas. O espiritismo é considerado como a nova moda das religiões. ...
18/10/2006 - Vida acadêmica - É GOOOOOOOOOOOL !!!!!!
A história do estádio do Morumbi é contada em livro-reportagem...
18/10/2006 - Vida acadêmica - BLOGS NA PAUTA DO TCC
Alunas abordam futuro do jornalismo e blogosfera...
07/10/2006 - Vida acadêmica - POPULARIZAÇÃO DA CIÊNCIA
Evento é uma iniciativa do Centro Franco-Brasileiro de Documentação Técnica e Científica ...
02/10/2006 - Vida acadêmica - PROFESSORES DO UNIFIAMFAAM MEDIAM MESAS NO UNESCOM 2006
Walter Lima e Arquimedes Pessoni participam de discussões na Universidade Metodista...
28/09/2006 - Vida acadêmica - O PROFESSOR "DATA-SHOW"
Há uma verdadeira revolução tecnológica a cada segundo, mas não podemos esquecer que o profissional docente deve estar preparado para esse desafio...
18/09/2006 - Vida acadêmica - POR QUE INICIAÇÃO CIENTÍFICA?
Mais do que tratar de pesquisa, programa amplia visão de mundo ...
12/09/2006 - Vida acadêmica - O GIGANTE SÃO-PAULINO
"Morumbi, o maior estádio do mundo." Foi através desse pequeno comentário do locutor no jogo São Paulo e Noroeste, que o aluno Alexandre Lonzetti do UniFiamFaam, decidiu fazer um livro-reportagem para seu TCC....
01/09/2006 - Vida acadêmica - UNIVERSIDADES ALEMÃS AO SEU ALCANCE
Que tal estudar no exterior?...
31/08/2006 - Vida acadêmica -
E é própria para quem deseja entender e transformar a sociedade ...
22/08/2006 - Vida acadêmica - CUBA, A NOVA ROTINA
TCC Internacional no UNiFIAMFAAM continua atual...
22/08/2006 - Vida acadêmica - DIVERSÃO É AQUI MESMO!
TCC aborda o litoral norte a Capital da Vela...
22/08/2006 - Vida acadêmica - MIX CULTURAL
Discentes registram momentos da maior festa italiana do Brasil...
16/08/2006 - Vida acadêmica - SEMESP CONVIDA PARA INSCRIÇÃO DE TRABALHOS NO CONIC 2006
UniFIAMFAAM participou das últimas edições do evento...
09/08/2006 - Vida acadêmica - CENTRO ACADÊMICO: COMO USAR?
Entenda para que serve o centro acadêmico da sua universidade ...



Capa |  AGENCIA DE NOTÍCIAS  |  PROFESSORES DO UniFIAM FAAM  |  UniFIAM FAAM DIGITAL
Busca em

  
4183 Notícias