| Login | Crie o seu Jornal Online FREE!

Momento UniFIAMFAAM - Semanário Digital
Desde: 06/12/2001      Publicadas: 4183      Atualização: 26/09/2007

Capa |  AGENCIA DE NOTÍCIAS  |  PROFESSORES DO UniFIAM FAAM  |  UniFIAM FAAM DIGITAL


 UniFIAM FAAM DIGITAL

  30/10/2006
  0 comentário(s)


MERCADO E FORMAÇÃO EM JORNALISMO CIENTÍFICO

As Universidades e a mídia do país precisam se preocupar com a melhoria da capacitação dos jornalistas que desejam atuar na área de ciência

MERCADO E FORMAÇÃO EM JORNALISMO CIENTÍFICO Quem alerta é o Presidente da Associação Brasileira de Jornalismo Científico, Ulisses Capozzoli: "O assunto se transformou numa certa coqueluche e com isso atraiu muita gente sem qualificação, buscando apenas um certo prestígio. As faculdades e redações deveriam passar por uma profunda reformulação, para que possa emergir um jornalismo interpretativo de boa qualidade. E esse desafio é de toda a sociedade, embora possa não parecer à primeira vista. Informação de boa qualidade é um reflexo de boas condições sociais." O editor Cláudio Angelo, da "Folha de SP", é mais contundente em suas críticas ao mercado de trabalho e se diz cético em relação ao crescimento de oportunidades no campo da ciência, "que, no Brasil, não oferece perspectiva de crescimento". "Vejo-o como aquilo que os economistas chamam de mercado de nicho. Ou seja, toda redação deveria ter jornalistas da área, com sua competência diferenciada, pagando um "prêmio" ou sobrepreço por essa competência." Mesmo assim, ele elogia o esforço de parte da nossa imprensa para divulgar o tema: "Na Folha, por exemplo, temos uma das poucas páginas diárias dedicadas exclusivamente à ciência na imprensa mundial. O New York Times, o Boston Globe e o Washington Post não têm isso. Em compensação, contam com muito mais gente para cobrir a área." Segundo a jornalista Terezinha Costa, o crescimento e a profissionalização das assessorias de imprensa tem ajudado muito a divulgação científica e os colegas que trabalham com o tema. Como há poucos profissionais especializados, a competição no setor também é menos acirrada, o que não os livra de ter que entender de assuntos variados: "O jornalista precisa gostar de ciência e tecnologia e não ter medo de temas que a maioria das pessoas acha complicados ou técnicos demais. É preciso, porém, levar em conta que esse universo é muito amplo: abarca praticamente todas as áreas da ação humana." Segundo ela, a curiosidade intelectual é fundamental, mas conhecimentos profundos sobre os temas a serem abordados, nem tanto: "Até porque isso seria impossível. Basta que o jornalista tenha disposição para adquirir noções básicas que lhe permitam pelo menos iniciar uma conversa com um astrônomo, um físico, um químico, um paleontólogo etc., e usar cada entrevista para aprender um pouco mais. E se ele se interessar também por história da ciência e um pouco de economia e for capaz de articular tudo isso em suas matérias, então irá se destacar." Leitura prazerosa Para cativar o leitor, Viviane Kulczynski, de "O Estado de SP", acha que o principal é transformar o tema em algo acessível a todos: "Não somos uma revista especializada. Logo, somos lidos por gente com as mais diversas formações. Nossa função é quase que a de traduzir assuntos complexos e torná-los legíveis, inteligíveis e prazerosos, levando para o universo do leitor questões complexas, mas fundamentais." No "Estado de SP", assuntos de C&T estão vinculados à Geral, que passou a se chamar Vida& com o novo projeto gráfico do jornal: "Nas quartas-feiras, temos sempre matérias, notas e um artigo sobre o tema, o que não exclui a publicação de reportagens científicas nos demais dias da semana." O mais importante, diz a editora, é não ficar na superfície da notícia: "Temos a preocupação de que a equipe de reportagem seja competente para ir além da notícia, com capacidade de repercutir, de explicar as implicações dos temas abordados." Formada há dois anos em Jornalismo e, atualmente fazendo um curso de especialização em gestão ambiental, a repórter Júlia Kacowicz, do "Diário de Pernambuco", concorda que a aptidão para a pesquisa é fundamental na divulgação científica. E como os assuntos das reportagens são muito diversificados, não há como selecionar uma área principal de formação: "Alguns termos técnicos ou científicos podem ser bastante assustadores, por isso é preciso buscar ao menos um conhecimento básico antes de qualquer entrevista. Muitos cientistas são muito acessíveis. Outros, no entanto, não têm interesse em divulgar seu trabalho ou serem compreendidos, acham que os jornalistas é que têm a obrigação de saber de tudo." Para estes, Júlia procura esclarecer a importância de transmitir para o leitor mensagens sem dúvidas, principalmente porque o assunto será mostrado num veículo não-especializado: "Num jornal diário, o ideal é ser claro sem ser superficial, pois o público é muito diversificado. O texto deve ser atraente, para causar interesse nos leigos, e informativo, para não desapontar os cientistas. Todos gostam de ler um texto informativo e de fácil digestão. Dessa forma, ainda estaremos contribuindo com a divulgação científica, despertando o interesse de um público mais amplo." Fonte: Associação Brasileira de Imprensa



  Mais notícias da seção Mercado de Trabalho no caderno UniFIAM FAAM DIGITAL
26/09/2007 - Mercado de Trabalho - OPORTUNIDADE DE ESTÁGIO
Inscrição para o programa de trainees da Camargo Corrêa vai até 15/10 ...
29/08/2007 - Mercado de Trabalho - ESTÁGIO NA FUNDAÇÃO ITAÚ SOCIAL - SP
Oportunidades para estudantes...
15/08/2007 - Mercado de Trabalho - JORNALISTA É UM NARRADOR DE HISTÓRIAS REAIS
Brasil possui 334 cursos superiores de jornalismo, 93 deles no Estado de São Paulo. Grade de disciplinas muda de acordo com as novas tecnologias ...
03/06/2007 - Mercado de Trabalho - CHANCE ACADÊMICA
Governo vai abrir 20 mil vagas em cinco anos para cargo de professor universitário...
02/05/2007 - Mercado de Trabalho - TV CBN ENTRA NO AR
Futuramente inserções publicitárias devem ganhar imagens na web...
02/05/2007 - Mercado de Trabalho - ESTAGIÁRIOS PODEM TER DIREITO A FÉRIAS, SEGUNDO NOVO PROJETO DE LEI
Plano de Desenvolvimento da Educação (PDE) prevê nova regulamentação para estágios...
25/04/2007 - Mercado de Trabalho - PROFISSIONAL NÃO GANHA POR REPUBLICAÇÃO DE REPORTAGENS
Trata-se de notícia, e não de obra literária, artística ou científica....
17/04/2007 - Mercado de Trabalho - BANQUEIROS X BANCÁRIOS: DO LUXO AO LIXO
Valor Adicional gera mal-estar entre empregado e empregador....
11/04/2007 - Mercado de Trabalho - PROFISSÃO ESCOLADA
Supremo decidirá se jornalista precisa de diploma ...
27/03/2007 - Mercado de Trabalho - JOVENS ESBARRAM EM EXIGÊNCIAS PARA TRABALHAR
Desemprego é crescente entre novatos, que "travam" na falta de experiência e qualificação ...
20/03/2007 - Mercado de Trabalho - PROGRAMAS DE ESTÁGIO - POR DENTRO DO MUNDO DOS ESTÁGIOS
Os melhores programas pós-faculdades...
17/12/2006 - Mercado de Trabalho - SELEÇÃO DE PROFISSIONAL EM COMUNICAÇÃO
Oportunidade para especializados em saúde...
12/12/2006 - Mercado de Trabalho - CONSELHO FEDERAL DE MEDICINA ABRE DUAS VAGAS EM BRASÍLIA
Oportunidade para quem trabalha com jornalismo e saúde...
06/12/2006 - Mercado de Trabalho - DIPLOMA DE JORNALISTA
Agora, para emoldurar e expor...
20/11/2006 - Mercado de Trabalho - JOVENS CHEGAM AO MERCADO DE TRABALHO SEM QUALIFICAÇÃO
Da população de 15 a 25 anos, 37% não completaram nem o ensino fundamental. Dos jovens que não concluíram o ensino, 23% já deixaram estudo; mercado exclui quem tem menos de oito anos de escolaridade ...
20/11/2006 - Mercado de Trabalho - DRT EMITE REGISTRO PARA RECÉM-FORMADO
O registro provisório tem validade de um ano, prazo dado para a apresentação do diploma....
12/09/2006 - Mercado de Trabalho - QUAL É A HORA CERTA PARA CURSAR UM MBA?
As ofertas são muitas, mas nem sempre esse é o melhor curso para você ...
01/09/2006 - Mercado de Trabalho - JORNAIS REAGEM E CIRCULAÇÃO AUMENTA
Estudo da Associação Mundial de Jornais mostra que circulação e receita crescem, mas participação nas verbas de publicidade diminuem...
16/08/2006 - Mercado de Trabalho - O ESTAGIÁRIO IDEAL
Saiba como as suas características interferem na disputa por uma vaga ...
09/08/2006 - Mercado de Trabalho - FORTMAÇÃO ACADÊMICA NÃO ASSEGURA EMPREGO E SALÁRIO
Nunca o mercado esteve tão fechado como nos últimos anos. ...
21/06/2006 - Mercado de Trabalho - A IMPORTÂNCIA DO CURRÍCULO
Um currículo pode definir se você será ou não contratado....
08/05/2006 - Mercado de Trabalho - ESTUDANTE GANHA DIREITO A PISO PROFISSIONAL
Não é lícito ao empregador deixar de efetuar o pagamento do salário profissional ao empregado contratado para exercer as atribuições de jornalista, sob a exclusiva alegação de não possuir o trabalhador formação acadêmica específica ...
06/04/2006 - Mercado de Trabalho - 46,3% DOS JOVENS ESTÃO DESEMPREGADOS
Do total de pessoas à procura de um emprego, 20,3% buscam sua primeira oportunidade de trabalho....
06/04/2006 - Mercado de Trabalho - ASSESSORES X JORNALISTAS
O conflito entre jornalismo de redação e assessoria de imprensa está presente no dia-a-dia da profissão. Conheça o que pensam dois profissionais com essa experiência...
29/03/2006 - Mercado de Trabalho - ESCOLHENDO CERTO
Pesquisas realizadas confirmam que muitos alunos do ensino superior acabam alterando ou desistindo de sua escolha profissional....
22/03/2006 - Mercado de Trabalho - O PERFIL DOS PROFISSIONAIS DA COMUNICAÇÃO
Jornalista, relações-públicas ou publicitário?...
01/03/2006 - Mercado de Trabalho - DE ESTUDANTE A PROFISSIONAL
Dicas para entrar com o pé direito no mercado de trabalho ...
07/02/2006 - Mercado de Trabalho - COMECE A VIDA PROFISSIONAL SEM ARROGÂNCIA
Confira algumas atitudes importantes para quem pretende continuar empregado....



Capa |  AGENCIA DE NOTÍCIAS  |  PROFESSORES DO UniFIAM FAAM  |  UniFIAM FAAM DIGITAL
Busca em

  
4183 Notícias