| Login | Crie o seu Jornal Online FREE!

Momento UniFIAMFAAM - Semanário Digital
Desde: 06/12/2001      Publicadas: 4183      Atualização: 26/09/2007

Capa |  AGENCIA DE NOTÍCIAS  |  PROFESSORES DO UniFIAM FAAM  |  UniFIAM FAAM DIGITAL


 UniFIAM FAAM DIGITAL

  29/08/2007
  0 comentário(s)


GENTE DE VALOR

Crônica do Prof. Edgard

GENTE DE VALOR
É hora de erguermos solenemente as mãos para o céu. Agora, nem nossos mais cruéis inimigos vão poder olhar pra gente e dizer, na nossa cara, que nós não valemos nada.

Nem aquelas pessoas metidas a besta que se julgam mais poderosas que o poder vão poder fazer isso, chegar, de dedo em riste, dizendo, como gostam de dizer, cheias de ofensa: "Você não vale nada!"

Valemos sim e valemos muito.

Essa certeza me foi dada por uma reportagem mostrada recentemente num dos jornais da TV Globo. Conforme garantia o repórter Ednei Silvestre, qualquer ser humano vale, pelo menos R$ 200.000,00.

Esse é o valor que se paga por uma vida lá nos Estados Unidos onde tudo acontece. Claro que as coisas não funcionam assim, abertamente, na base do abriu a boca e se vendeu. Tem, sim, certas exigências.

Duzentos mil reais é o que eles pagam por mim ou por você desde que estejamos em pedaços. Explico: os rins, por exemplo, valem alguma coisa perto de 30 mil reais. O coração uns 50 mil, os olhos por volta de 20 mil e por aí vai.
Como era de se esperar os valores desses órgãos que eu citei não são precisos, sempre cabe pechincha para mais ou para menos.

Estava com uns tantos goles na cabeça e um
sono miserável, e posso ter me enganado em algum detalhe. Mesmo assim me senti altamente valorizado.

A reportagem dizia que vender órgãos humanos nos States se transformou numa grande indústria que atingiu números incríveis, coisa de bilhões de dólares.

O sucesso da empreitada tem sido tão importante que exigiu até a formação de um corpo de corretores que saem por todos os cantos do mundo atrás de órgãos vitais, pagos a peso de ouro.
As filas de receptores para rins, coração, córneas e outros órgãos menos citados são imensas. Quando a situação exige as quantias são pagas em dólares. Para se ver a diferença de tratamento: lá nos Estados Unidos até pele é vendida por um absurdo de dinheiro enquanto que aqui, no nosso Brasil, os governos nos esfolam e arrancam o couro da gente. Nós continuamos sempre devendo.

Pelo sim, pelo não, não deixa de ser um consolo saber que nestes tempos bicudos, com urubu voando de costas e lagartixa se fazendo passar por jacaré, estamos valendo pelo menos R$ 200 mil. Ainda que seja em pedaços variados, cortados à vontade do freguês.

Duzentos mil reais, cash.

Taí a boa notícia que vale até para quem já não tinha nem onde cair morto.

Prof. Edgard de Oliveira Barros



  Mais notícias da seção Gente que escreve no caderno UniFIAM FAAM DIGITAL
26/09/2007 - Gente que escreve - PAGANDO FAVORES
Crônica do Prof. Edgard...
26/09/2007 - Gente que escreve - UMA VIDA DANTESCA
A força de vontade de Cassiano Oliveira, catador de entulhos que encontrou no lixo uma forma de sobreviver e escapar do inferno...
26/09/2007 - Gente que escreve - FIDELIDADE ÀS RAÍZES E ORIGENS
A dedicação e preocupação de Leonardo Mendonça com o meio ambiente fizeram com que o filho de fazendeiro pagasse as pessoas para que plantassem árvores....
20/09/2007 - Gente que escreve - MEMÓRIAS DA PRAIA
Crônica do Prof. Edgard...
20/09/2007 - Gente que escreve - ELE QUERIA MUDAR O MUNDO
Caio Queiroz, o jovem empresário que tirou boas idéias do lixo...
20/09/2007 - Gente que escreve - O GUARDIÃO DA FLORESTA
Amor à natureza fez Marcio Mônaco se tornar um agrônomo ...
12/09/2007 - Gente que escreve - UMA QUESTÃO DE PRAZOS
Crônica do Prof. Edgard...
04/09/2007 - Gente que escreve - VINGANDO AS FLORES
Crônica do Prof. Edgard...
23/08/2007 - Gente que escreve - UM COMPUTADOR ALOPRADO
Crônica do Prof. Edgard...
15/08/2007 - Gente que escreve - UM PEIXE FRITO
Crônica do Prof. Edgard...
08/08/2007 - Gente que escreve - FAZER NADA TAMBÉM É ARTE
Crônica do Prof. Edgard...
02/08/2007 - Gente que escreve - QUESTÃO DE MOMENTO
Crônica do Prof. Edgard...
17/06/2007 - Gente que escreve - SOSSEGADO
Crônica do Prof. Edgard...
17/06/2007 - Gente que escreve - UMA HISTÓRIA AO ACASO
Crônica do Prof. Edgard...
10/06/2007 - Gente que escreve - COM UM CARTAZ NA CABEÇA
Crônica do Prof. Edgard...
03/06/2007 - Gente que escreve - O PALAVRÃO EM POUCAS PALAVRAS
Crônica do Prof. Edgard...
29/05/2007 - Gente que escreve - DE CRISTA CAÍDA
Crônica do Prof. Edgard...
23/05/2007 - Gente que escreve - O RISCO DOS RISCOS
Crônica do Prof. Edgard...
17/05/2007 - Gente que escreve - A FALTA QUE UM "GROOVING" FAZ
Crônica do Prof. Edgard...
02/05/2007 - Gente que escreve - É BEM PELO MEIO
Crônica do Prof. Edgard...
25/04/2007 - Gente que escreve - PARECIA A VIDA
Crônica do Prof. Edgard...
25/04/2007 - Gente que escreve - A DANÇA DAS CADEIRAS
Cadeirante e dançarina, com muita força de vontade...
18/04/2007 - Gente que escreve - MEIO DO CAMINHO
Crônica do Prof. Edgard...
17/04/2007 - Gente que escreve - EM CASA DE FERREIRO, O ESPETO É DE PAU
Já faz quase dois meses que a concessionária Carrera sofre com o sumiço de instrumentos de trabalho. Quem acaba atingido são os clientes....
11/04/2007 - Gente que escreve - COISAS DE AMIGO
Crônica do Prof. Edgard...
03/04/2007 - Gente que escreve - CONFORME SE VIU NA TV - VERSÃO DOIS
Crônica do Prof. Edgard...
27/03/2007 - Gente que escreve - CONFORME O QUE SE VIU NA TV
Crônica do Prof. Edgard...
20/03/2007 - Gente que escreve - TIROTEIO NAS REDAÇÕES
Caiu o tabu: jornalista agora processa jornalista...
17/12/2006 - Gente que escreve - UM ÚLTIMO PEDIDO
Crônica do Prof. Edgard...
12/12/2006 - Gente que escreve - MANTENHA SEGREDO
Crônica do Prof. Edgard...



Capa |  AGENCIA DE NOTÍCIAS  |  PROFESSORES DO UniFIAM FAAM  |  UniFIAM FAAM DIGITAL
Busca em

  
4183 Notícias